(51) 3652-1052

NOTÍCIAS

22 DE JUNHO DE 2022
STF ilumina cores do arco-íris em homenagem ao Mês do Orgulho LGBTQIAP+

Para marcar o Mês do Orgulho LGBTQIAP+, o Supremo Tribunal Federal (STF) e a Associação Nacional de Magistrados do Trabalho (Anamatra) firmaram parceria para iluminar o edifício-sede com as cores do arco-íris. Temas ligados à diversidade têm tido grandes avanços no Judiciário. Um exemplo recente é a decisão do Plenário do STF que, no julgamento da Ação Direta de Inconstitucionalidade por Omissão 26 e do Mandado de Injunção 4733, equiparou a homofobia e a transfobia ao crime de racismo previsto na Lei n. 7.716/1989.

O mês de junho foi escolhido internacionalmente para homenagear a causa em razão de um marco: o dia 8 de junho de 1969, quando houve uma violenta abordagem policial no bar Stonewall Inn, em Nova Iorque (EUA) e gerou reação dos frequentadores, membros da comunidade LGBTQIAP+, que enfrentaram as autoridades. A partir desse dia, protestos em diversos pontos da cidade aconteceram contra essas abordagens. No ano seguinte, foi realizada a primeira marcha do Orgulho Gay em Nova Iorque e atualmente são realizadas manifestações em diversos países, inclusive no Brasil.

Fonte: STF

Macrodesafio - Garantia dos direitos fundamentais

The post STF ilumina cores do arco-íris em homenagem ao Mês do Orgulho LGBTQIAP+ appeared first on Portal CNJ.

Outras Notícias

Portal CNJ

07 DE JULHO DE 2022
Comitê do CNJ quer garantir autonomia a pessoas com deficiência

O Conselho Nacional de Justiça (CNJ) criou o Comitê de Pessoas com Deficiência no âmbito judicial para analisar...


Portal CNJ

07 DE JULHO DE 2022
Evento nacional de incentivo à leitura no socioeducativo começa nesta sexta (8/7)

O Conselho Nacional de Justiça (CNJ) inicia, nesta sexta-feira (8/7), o evento Caminhos Literários no...


Portal CNJ

07 DE JULHO DE 2022
Portal para Liberdade apoiará pessoas egressas do sistema prisional

O Conselho Nacional de Justiça (CNJ), o Instituto Igarapé e a Rede de Atenção a Pessoas Egressas do Rio de...


Portal CNJ

06 DE JULHO DE 2022
Resolução regulamenta uso e porte de armas de fogo por polícias judiciais

As normas para aquisição, registro e autorização de porte de arma de fogo pelas polícias judiciais dos...


Portal CNJ

06 DE JULHO DE 2022
Justiça Militar de MG lança concurso público com seis vagas de juiz substituto

Foi divulgado, na segunda-feira (4/7), o edital do concurso público de provas e títulos para ingresso na carreira...


Portal CNJ

06 DE JULHO DE 2022
Rondônia tem alto índice de registros de nascimento sem paternidade estabelecida

A Corregedoria-Geral do Tribunal de Justiça de Rondônia (TJRO) apresentou relatório que mostra mais de 20 mil...


Anoreg RS

06 DE JULHO DE 2022
Confirmada criação de documento de identidade para funcionários de cartórios

Foi derrubado por senadores e deputados o veto integral (VET 16/2022) do presidente Jair Bolsonaro ao Projeto de Lei...


Anoreg RS

06 DE JULHO DE 2022
Notários, tabeliães e registradores de cartórios têm que pagar salário-educação, entende TRF1

O entendimento foi no julgamento da apelação interposta pelo dono de um cartório, contra a sentença que negou o...


Anoreg RS

06 DE JULHO DE 2022
Ministro Jorge Mussi afirma que a I Jornada de Direito Notarial e Registral vai contribuir na agilidade, harmonia e eficiência dos serviços prestados pelas serventias

O evento acontece nos dias 4 e 5 de agosto


Anoreg RS

06 DE JULHO DE 2022
Artigo: Senexão. Proposta para reconhecimento do idoso diretamente junto ao Registro Civil das Pessoas Naturais – Considerações sobre o PL 105/20

Fato é que a dignidade da pessoa humana em relação aos idosos, no Brasil, é desrespeitada. Este paper discutirá...